quarta-feira, 30 de abril de 2014

5 dicas para perder peso! Infalíveis!!!!



Bem...cinco dicas infalíveis para mim...:))) Quem me segue sabe bem que não acredito em receitas para seja o que for, que sirvam a todos por igual...ou não fossemos seres únicos em tudo...até nessa difícil luta para emagrecer, que também não gosto e não quero chamar assim...prefiro dizer que vou progredindo no sentido de uma vida mais saudável...e de fato nisso estou empenhada já há algum tempo em diversas áreas da minha vida e há muito menos tempo (seriamente :)) ), na questão da perda de peso...E então...que venho eu hoje por aqui fazer, com este título a atirar para o bombástico e digno de um blogue especializado em dietas...coisa que este...como também bem sabem, não é...! Pois venho cumprir o prometido aqui, e dizer-vos que tendo enfrentado a minha balança sem medo após quinze dias de vida e refeições equilibradas, da forma que resulta para mim, comprovei (boa, boa, boa:)))) ), que venci a contenda e os primeiros 5kg já lá vão...menos cinco que tenho de carregar comigo diariamente e na viagem que preparo...Se falta muito??? Pois sim...mas tínhamos combinado que iria por etapas, de cinco em cinco e não tenho meta a prazo nem demasiado ambiciosa...sei que devo ir com calma e não pretendo senão ficar mais saudável...e leve! Sim...pois...também sei que para quem pesa mais, é mais fácil perder peso no início...e que também demora mais a notar-se...mas mesmo assim estou contente comigo e motivada...!
Como tenho conseguido???? De uma forma simples...cá vão então as dicas que todos conhecem mas nem a todos servem.


pratos.jpg (320×240)

Diminuí as porções nas refeições principais, o uso de um prato de sobremesa ajuda, e aumentei o número de pequenos lanches ao longo do dia!



Na verdade não me proibi de comer nada, mas prometi a mim própria que fosse o que fosse que comesse, mais de metade do prato seria de salada ou equivalente!!!! 


Aumentei o consumo de água, bastante...mas não me perguntem quantos litros bebo por dia...duvido que chegue aos dois!!!



As minhas compras são variadas, com um pouco de tudo...evito no entanto trazer para casa produtos que se possam transformar em grandes tentações!



 Não tenho um dia da asneira, só justificado, em meu entender, quando eliminamos algo da nossa alimentação, mas...se me surge de repente, a vontade de comer algo verdadeiramente doce, evito a ansiedade e como mesmo, mas optando pelo mal menor...o pastel de nata é um mal menor...na doçaria portuguesa e tem relativamente poucas calorias (ainda há pouco tempo a querida Suri do blogue Suricate, o referia)...se não o misturarmos com mais uma quantidade de coisas calóricas não vem mal ao mundo...desde que não comecemos a comê-los às dúzias...o que o fato de sabermos que os podemos comer evita à partida...!

E pronto basicamente tem sido isto...e evitar o carro nos pequenos percursos, trocando-o por caminhadas!!!!

Primeira etapa atingida...parto pois para a segunda....cá voltarei depois de dizer adeus aos próximos cinco...!!! 

Boa tarde (que hoje não vim com a manhã), e bem hajam queridos amigos!!!




terça-feira, 29 de abril de 2014

Nada de mais!!!!


Duas da manhã de anteontem...«Mammyyyyy!»...estremunhada levanto-me de uma assentada... mecânicamente, como faço quase todas as noites por motivos variados (não...cá por casa nem por isso tem melhorado em proporção ao crescimento deles...)...no caminho, corredor fora, tento ficar suficientemente lúcida para perceber quem me chamou e em que quarto devo entrar...quando, quase em sistema de um dó li tá sonolento, me preparo para entrar no quarto do F., o primeiro do percurso e aquele em que costumo ser mais solicitada, uma vozinha lamentosa vinda do outro insiste «Mummyyy???»...mostrando que estou no caminho errado...e revelando uma P. a precisar de mim, mas nitidamente hesitante e preocupada em me acordar...a esta altura já estou suficientemente desperta para o perceber...prossigo pois a minha caminhada até ao próximo quarto...na caminha encostada à parede vislumbro uma figurinha gentil que assim que me vê me estende os braços...e é já aconchegada nos meus que prossegue lamurienta e atropelando as palavras «Mummy...desculpa...desculpa...não queria acordar-te...mas não consigo dormir...estou acordada há tantas horas...e tive um pesadelo mãe...daqueles mesmo muito horríveis..« Deixa-me adivinhar filhota, um de nós tinha sido raptado, tinha-se perdido ou tinha tido um acidente e tu não conseguias fazer nada para nos ajudar...era isso filhota???»...Os seus olhos doces levantaram-se para mim...e mesmo quase na penumbra, apenas atenuada pela luz de presença do corredor conseguia ver-lhes o brilho e ler-lhes a admiração pela minha sabedoria de mãe...«Era o F. mãe....estava comigo e alguém o tinha levado e eu não conseguia puxá-lo mãe...não conseguia...não tinha força...e também não conseguia correr atrás deles...as pernas pesavam...não conseguia...» e ainda agitada e assustada pelo perigo e pela sua impotência perante ele, apertava-se bem contra o meu peito, querida filha...« Olha P...lembraste quando te contei como fazia quando tinha esses pesadelos em pequena...??? Quando acordava assustada pensava numa solução boa para o que estivesse a acontecer no sonho, e depois tentava dormir logo a seguir...quase sempre conseguia  e dava um final feliz ao pesadelo...como era muito teimosa transformava-o em sonho!!!»...«Lembro mummy...mas isso eras tu...eu não sou capaz...!!!»...« Não sabes se não tentares querida...ora pensa lá...nesse pesadelo...ollháste à tua volta??? Tens a certeza de que estavas sozinha?Que não tinhas ajuda???»...«Não olhei mãe, mas sentia que estava sozinha...e que era eu que tinha de ajudar o mano...!»....« Então vamos fazer assim...vais voltar a dormir e desta vez vais olhar bem à tua volta...eu tenho a certeza que vou estar nesse sonho...o papá também e por certo juntos vamos recuperar o F..!!!»....Sorriu...a minha filhota adora estas coisas improváveis que muitas vezes viram realidade quando experimentadas...e admito...eu sou perita nelas...«Posso experimentar mamã....mas podes ficar aqui comigo um bocadinho até eu adormecer???»...Acenei com a cabeça e deitei-me a seu lado...em breve o sono deve ter tomado conta do meu cansaço e da sua agitação...acordámos já de manhã bem cedinho...«E então filhota conseguiste prosseguir o sonho e dar-lhe um final feliz???»...« Não me lembro mãe...mas dormi muito bem, por isso devo ter conseguido encontrar o F.»...« E onde é que eu estava????»...Na ombreira da porta contra a luz o F. parecia ter surgido realmente de um sonho....e claro acabámos a rir que nem umas perdidas enquanto ele nos olhava sem perceber nada....!!!!
No fundo nada de mais...apenas mais uma daquelas coisas simples que fazem da aventura de ser mãe...uma coisa maravilhosa!!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!


domingo, 27 de abril de 2014

Paz!!!


Creio firmemente que a nossa Paz interior é o suporte e a origem da tão almejada e urgente Paz Global...e que esta só é conseguida após alcançada a primeira...Tudo pois começa mais uma vez pequeno e em nós...é tempo de assumir mais esta responsabilidade!


A participar no Desafio Semana Colorida da Anne Lieri do blogue Menina Voadora! Espreite aqui e participe também!!!
Bom dia e bem hajam queridos amigos!

sábado, 26 de abril de 2014

Balaio!!!



Balaio de gatos? Terna confusão!!!!Porque não???? :)))


A participar no desafio Vamos Brincar com a Chica, espreite aqui e participe também!!!

Bem hajam amigos!




Bom dia!!!!!



E para todos um fim de semana de merecido repouso, esperançosas manhãs acordando o dia...calmas e longas tardes a fazer a noite esperar...Por aqui a chuva cai miudinha lembrando abril das águas mil...mas por hoje escolho lembrar-me que é primavera aguardar o sol na minha janela e aproveitar para sonhar...!

Bom dia e bem hajam!!!!!



sexta-feira, 25 de abril de 2014

Abril...para sempre!!!!


 Um exemplo para o mundo...emoções e esperanças a tocar bem fundo...Revolução feita de vontade, dessa fome de igualdade que agora sabe a saudade e dá ganas de vencer... Essa luta ganha nesse dia...em que uma flor foi poder! Um tempo de liberdade vivido na certeza de um só querer! A afirmação de um povo com um destino inteiro por viver!
«Em cada esquina um amigo...em cada rosto igualdade»
Quero Abril para sempre!!!
Viemos de longe...de tão longe para aqui chegar!!!

Bem hajam queridos amigos!!!!


quinta-feira, 24 de abril de 2014

Carta aberta a uma amiga!


Sei que muito provavelmente não vais ler isto, embora tenhas sido uma das duas pessoas do meu mundo não virtual (se não contarmos com o meu núcleo familiar restrito claro), a quem tenha dito quem sou e em que blogue...mesmo assim não posso deixar de dizer o que sinto como se o fosses ler, depois de já ter tentado dizer-to de outras formas em contatos falhados...!
Quero começar por lembrar-me do dia em que te conheci...eu tinha já entrevistado uma boa dezena de pessoas para um lugar temporário na instituição que então dirigia, estava cansada e farta da falta de entusiasmo e motivação dos entrevistados, embora compreendesse que as condições propostas não o promoviam...Quando entraste de sorriso aberto e habilitações muito acima do pretendido confesso que desconfiei...falavas alegremente passando uma positividade e vontade de trabalhar, naquilo que para ti devia ser não mais que um remedeio, de uma forma que eu só pensava para com os meus botões « Bom demais para ser verdade, bom demais para ser verdade!!!»...mas eras contagiante e decidi apostar e esperar para ver...ficaste! Conheces-me e sabes que normalmente sou boa avaliadora no que toca a pessoas, as suas capacidades e formas de agir e sentir...a muita experiência em alguns cargos e a minha paixão precisamente por pessoas, assim o tem determinado...mas tu surpreendeste-me...eras precisamente aquilo que parecias e muito mais...Em funções que nada tinham a ver com o teu perfil académico deste o teu melhor, sempre bem disposta sorrindo prestativa e cheia de vontade de tudo facilitar a todos...nessa altura recordo dispararam os  elogios à tua atuação no livro de comentários disponível ao público....As funções eram temporárias...mas consegui depois que ficasses noutro departamento a fazer algo muito mais perto das tuas habilitações e que gostavas de fazer...já então tinhas ganho o meu respeito e a minha amizade...continuaste a dar tudo por tudo, a cumprir, a ser amiga de todos, uma pessoa com quem se podia contar sempre... apesar de pessoalmente sabermos  que passavas por muitos problemas...O que fazias ali não dava para te aguentares na vida e não hesitei em te recomendar para outras funções fora, ficaste por lá cumprindo, sem no entanto nos abandonares, preocupada em continuar o trabalho que fazias connosco e que era importante para todos...Depois...bom depois fui eu que tive de tomar grandes decisões na minha vida e parti do local de trabalho de metade da minha vida para um outro...para trás ficava um projeto que iria terminar  da forma como todos o conheceramos...e pelo que sei foste engolida na voragem da mudança...perdi-te de vista por um tempo, recuperei-te depois no Face...fui percebendo que as coisas tinham deixado de te correr bem ou simplesmente de correr, no nível  pessoal e profissional...encontrei-te um dia à porta da escola da P., que é a mesma do teu filhote, mas senti-te fugidia, diferente...sem no entanto perceber como...soube as dificuldades que passavas e de novo te indiquei para algo que te podia ajudar um pouco, enquanto procuravas melhor...lutando como sempre o fizeste...mas desta vez falhaste...menos com a pessoa a quem te indiquei ou comigo...falhaste sobretudo contigo...nunca te imaginaria a fazê-lo e então sim fiquei preocupada...telefonemas não atendidos, mensagens não respondidas agravaram a minha preocupação... mas no Face vejo agora...regularmente mensagens tuas...lançadas simplesmente...como se falasses contigo própria...percebo-te perturbada...percebo-te em dificuldades...percebo que não queres ajuda...pelo menos a minha...(embora tenha a certeza de que a amizade não morreu)...sinto-te num processo complicado e com dificuldade em sair dele embora nem imagine o que na verdade possa ter acontecido...E sempre que vejo essas mensagens sem destinatário e as minhas ficam sem resposta...só posso pensar que algo de  muito, muito grave se passa contigo....E hoje quero dizer-te...ainda que não me leias....que seja o que for estou aqui como sempre estive para estender uma mão...oferecer um ombro...e que não há que ter vergonha de nada...porque suspeito que possa ser isso que impede agora que me digas alguma coisa...todos temos o direito de falhar...de cair...é apenas uma questão de tempo até nos levantarmos...mas será mais rápido com ajuda...Hoje quero dizer-te que tenho a certeza de que as asas que sempre tiveste apenas aguardam nova oportunidade de voar...!!! Hoje quero dizer-te que estou por aqui como sempre...!


Todos temos por vezes de descansar as nossas asas...mas isso não nos impede de voltar a voar!!!!


Para todos o meu bem haja!!! E perdoem este post, hoje com destinatário certo...acho que no fundo ainda tenho esperança de que seja lido também "por quem de direito".


quarta-feira, 23 de abril de 2014

O livro de mão em mão!!!!


Livros sempre fizeram parte da minha vida, da formação da minha mente e do meu sentir...Livros sempre foram companheiros de caminho, promotores de mil viagens, angariadores de imensos e belos sonhos...Livros sempre me afagaram os dedos parados em cada folha ao sabor de cada passagem ou paragem mais intensa...sempre me entranharam nos estranhos mundos de odores conhecidos do papel folheado de novo ou de novo folheado...Livros deram-me muito do que sou e continuam a dar-me muito do que serei!!!!

Neste dia mundial do livro gostava de vos convidar a participar  no BookCrossing Blogueiro, a decorrer no blogue da Luma, Luz de Luma, yes party! onde encontrarão todas as explicações e poderão registar a vossa participação...não deixem de o fazer !!!


Escolha um livro que gosta, leu e já não pensa ler e etiquetando-o com a etiqueta abaixo, solte-o no mundo, no banco do jardim mais próximo, no balneário do ginásio...no restaurante...na escola...em qualquer sítio onde possa ser encontrado por outrem...e deixe-o seguir viagem!!!!



Bem hajam meus amigos...boas leituras e boas partilhas!!!!





terça-feira, 22 de abril de 2014

Earth...our only home!!!


E hoje vamos ganhar cinco minutos do nosso dia e lembrar isso....!!!!!
Não deixem de ver....é maravilhoso e parte do que somos!

Bem hajam queridos amigos!


segunda-feira, 21 de abril de 2014

Coisas de mulher!


Hoje sai de casa emotiva...pronta para a nova semana mas de lágrima teimosa e inexplicável ao canto do olho esperando ocasião de rolar cara abaixo...coisas de mulher...de mulher da minha 
idade....de mulher de vida cheia, conquistada por vezes a ferro e fogo na audácia de ser feliz ... coisas de mulher...de mulher de muito passado, presente vivido no presente do verbo e futuro a correr todos os dias nas asas do sonho...coisas de mulher...se me perguntassem porque hoje enfrentei o dia assim não o saberia dizer...coisas de mulher....mas hoje contrariamente ao meu costume não contrariei a onda daquele momento...no carro, no rádio nostálgico a música soltou-se ao meu encontro decidida a entranhar-se em mim...em levar-me em viagem para além da estrada e do trânsito da hora...Tinha-te deixado hoje com um beijo rápido, submersa nos abraços e os amo-te mammy...gritados das crianças...mas aquela música devolveu-me a ti...e em pensamento passavam as mais ternas recordações...os sonhos impossíveis tornados vida ...os momentos roubados em dias proibidos, as vitórias alcançadas de mão na mão, olhos nos olhos e coração no coração...e finalmente soltei as lágrimas no meu sorriso...Hoje a minha alma tinha encontro marcado contigo...e com a falta que me fazes todos os dias que possa não me lembrar como te amo!!! Hoje sai e trouxe-te comigo...mas não sabia...coisas de mulher!!!!!

Bem hajam!!!!


Bom dia amigos queridos!!!


Passei para vos desejar uma fabulosa, fantástica, maravilhosa semana!!!!
Vamos abraçá-la como quem transporta um colorido e cheiroso ramo de lindas flores...e fazer dos nossos dias, dias motivantes, inesperados, surpreendentes em cada momento !!!
Para cada um de vós fica uma flor...da cor e da forma que preferirem...deixem-se cativar e...continuem únícos:))!

Bem hajam queridíssimos amigos, preciosa companhia por aqui!!!!!


domingo, 20 de abril de 2014

Vida Nova!!!


Tempo de alegria, tempo de esperança, tempo de crescimento interior...


...tempo de uma VIDA NOVA!!!

A participar na Semana Colorida da Anne Lieri do blogue Menina Voadora. Espreite e participe também!!!


Bem hajam queridos amigos e para

todos uma Páscoa Feliz!!!!



sábado, 19 de abril de 2014

Páscoa!


Páscoa feliz e abençoada, uma alma renovada!


São os meus votos para todos! A participar no desafio Vamos Brincar com a Chica, espreitem e participem também.
Bem hajam meus amigos!


sexta-feira, 18 de abril de 2014

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Noite tranquila!!!!






E com a noite chega a tranquilidade...o esquecimento das atribulações do dia...a possibilidade de enchermos de estrelas o nosso mais lindo céu...o descobrir os suaves caminhos do sonho...o adormecer docemente...e docemente esperar o amanhecer!!!

Boa noite amigos queridos...bons sonhos e até amanhã!!!




Enough is enough...!!!


Acho que quem por aqui passa já deve ter percebido que não"fervo em pouca água"e que a tolerância tem sido das mais preciosas aprendizagens da minha vida. Em boa verdade acredito, neste percurso de vida feito por fascinante mas imprevisível caminho (construído de surpresas maravilhosas e acontecimentos dramáticos, pautado pela necessidade de constantemente arranjar forças para ultrapassar mais uma novidade mais um problema e mesmo assim  correr de braços abertos e sorriso pronto no momento seguinte para o mais ténue raio de luz no fundo do túnel....), ter aprendido a desvalorizar o desvalorizável, a não dar importância ao que não a tem, a olhar para além do ato, a não julgar ou avaliar ninguém e por essas razões...raramente ter dito basta!!! Sempre preferi...não inverter caminhos...isso não...mas escolher ou construir outros...lançar pontes de atravessar abismos, nem que fossem perigosas e frágeis qual vago entrançado de lianas em perdida floresta!!! Hoje porém deparei-me com a prepotência e a injustiça de braço dado, funcionando em uníssono....e para meu próprio espanto senti-me "perder o chão" por segundos...Prepotência e injustiça são um mau casamento...e eu nunca lidei muito bem com nenhuma das duas em separado quanto mais reunidas numa só pessoa...ou isso ou simplesmente estou em dia não...mas o basta subiu-me à garganta pronto a ser gritado ao mundo...era isso ou o desânimo...era isso ou a desistência...o quero lá saber...e isso não...isso não é para mim!!!Há dias em que temos de dizer basta e este foi um deles!!!!
Enough is enough...pelo menos por hoje:)))! Não me levo tão a sério que não possa amanhã mais calma entrelaçar nova ponte ou construir novo caminho...tudo o que aprendi na vida me leva nesse sentido...tudo o que quero ensinar aos meus filhos também...mas por hoje basta!!! E agora vou ali ver se me acalmo e já volto:)))!!!

Para todos um bom dia queridos amigos, perdoem o desabafo a propósito de um dia menos bom aqui pelo trabalhito:)))!!!!!


quarta-feira, 16 de abril de 2014

The face behind the fear!!! (Desafio Rostos da Diferença)



Hoje no Desafio Rostos da Diferença, temos connosco o Rapfael do site Ô Trocyn Bão que vos convido a visitar!!!
Muitas vezes o medo impede-nos de ver claramente no primeiro contato...mas os rostos destinados a fazer a diferença, pequena ou grande na nossa vida irão faze-lo sempre...de uma forma ou de outra!!! Leiam então o relato do amigo Rapfael!!!

Tudo começou num fim de tarde e eu trabalhava numa empresa famosa onde no fim do meu serviço quando fosse a caminho de minha casa sempre teria que passar por dentro de uma favela. O tipo de roupa que eu usava era muito além das possibilidades daquelas pessoas que ali moravam, não que eu queria confrontá-las, mas o meu serviço exigia esse tipo de roupa. Confesso que dava medo, pois nessas comunidades não moram pessoas somente do bem e que não tem outro tipo de moradia para seus padrões financeiros, mas também mora gente do mal (bandidos, assaltantes, etc).
Era inevitável ter esse receio ao passar no meio dessa comunidade e acabar me deparando com esse lado do mal dessas comunidades, mas tinha de ser assim.
Bem, como falei anteriormente, era fim de tarde, voltava para casa e no meu caminho de volta, teria que cruzar uma linha de trem, era o meu caminho  a percorrer  para chegar ao meu destino. Os trabalhadores da empresa de trem estavam em greve, logo eu poderia cruzar a linha com a certeza e sem a preocupação de passar algum trem. Então, com o meu receio diário de ter que cruzar a comunidade (repito lá moram pessoas do bem mas também do mal).
Sendo assim, ao acabar de atravessar a linha do trem, eu escuto bem baixinho alguém chamando e como naquele momento não tinha ninguém em volta além de mim (assim pensava), olhei para trás e vi um senhor que beirava os seus setenta a oitenta anos de idade e que aparentava ser saudável. Perguntando o que queria, ele prontamente me respondeu para que eu pudesse ajudá-lo a atravessar a linha do trem. Bem pessoal, eu estava num lugar perigoso, os trabalhadores da companhia de trem em greve (logo não haveria dificuldade em atravessar a linha de trem), o senhor aparentava ter saúde, então a primeira coisa que me veio na cabeça  era que seria assaltado ou qualquer coisa nesse sentido. Argumentei com esse senhor que ele poderia atravessar sem problemas pois os trabalhadores do serviço estavam em greve, mas ele insistia para que eu o ajudasse na travessia, pois bem pensei comigo: Seja o que Deus quiser. E Deus quis. Ajudei o senhor a cruzar a linha do trem e ele olhou nos meus olhos, agradecendo emocionado a minha ajuda.
Com certeza aquele rosto, olhar, desse senhor, desde então me fez a diferença, pois compreendi que não existe lugar, momento, situação, onde não possamos praticar o bem, a ajuda ao próximo, pois aquele senhor fez-me a diferença, ao ensinar essas coisas simples da vida e desde então, aprendi a ser mais amável com as pessoas e que o pouco que ajudamos, será sempre muito para quem é ajudado.

Rapfael

Por detrás de qualquer medo pode estar um rosto da diferença, não acham???!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!


terça-feira, 15 de abril de 2014

Possessiva eu????!!!!???


Pois é amigos...isto é um caso muito sério...e nem com o fabuloso humor da Mafaldinha lá vai...É do conhecimento de quem aqui vem, com alguma frequência, que uma das minhas propostas para o meu processo de mudança para uma vida mais saudável e consequentemente com mais qualidade, passa obrigatoriamente por perder peso, devo-o a mim própria e a todos aqueles que, de uma forma ou de outra, dependem de mim e do meu estado físico e anímico!!! Sim eu sei...estou longe de estar na melhor fase para grandes façanhas de emagrecimento, na verdade estou na fase mais complicada da vida de uma mulher para o fazer:), acrescentando-se a esse fato que o stressito na minha vida, que venho combatendo, mas ainda não venci, também não ajuda...!!!Sei também que, naquilo que me propus melhorar nas diversas áreas da minha vida há uns tempos atrás, consegui já muitos progressos, não se encontrando entre eles, no entanto, o da perda de peso:(!
Há pois que tomar medidas que só não digo drásticas porque sei bem que perda de peso drástica e rápida equivale a ganho de peso ainda maior e mais rápido...Mas que há que tomar medidas há!!!! Até porque estando eu na preparação da concretização de um dos sonhos do cantinho dos sonhos, e sendo ele, como penso já perceberam, uma viagem muito desejada em Agosto...tenho de decidir se quero estar em forma (leia-se em melhor forma...mais não será possível num período tão curto de tempo), ou passear com o correspondente a um pesado saco de batatas às costas, ou pesos de muitos quilos nas mãos :)))! E parece-me que a decisão não é muito difícil...quero muito que esta viagem seja memorável e vou fazer tudo por isso...! Quero usufruir dela ao máximo com os filhotes e o maridão que tanto merecem! Emagrecer saudavelmente mas com ritmo... implementar as caminhadas e o exercício são pois as metas incontornáveis para os próximos três meses...E não, não vou começar amanhã...comecei já hoje!!!! Desejem-me sorte!!! Estabeleci etapas de cinco em cinco quilos e voltarei aqui para festejar a vitória sempre que alcançar uma delas!!!! En marche!!!!!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!


segunda-feira, 14 de abril de 2014

A casinha junto ao céu!!!


Ontem foi um dia de avivar de memórias, de lembrar rituais, de conversa amena e terna solta no caminho, em cada ponto marcado pela nossa história...«Naquela casa mãe foi para onde vim quando nasci não foi??? Éramos só nós duas então...o papá ainda trabalhava longe, só vinha ao fim de semana não era???»...«Sim filhota foi para aqui que vieste...mas o pai nunca deixou que fossemos apenas duas...fomos sempre três todos os dias da semana, mesmo com muitos quilómetros pelo meio....» A P. anuiu de olhinhos brilhantes «e já faltava pouco para sermos quatro...»...e o F. saltou contente...«mas eu já não vim para aqui...eu fui para a nossa casa preferida...» alvitrou ele, mortinho por se meter na conversa...e o seu olhar vivo e perscrutador, alongando-se na direção do mar, animou-se ainda mais ao reconhecer ao longe, recortada no horizonte e a beijar o céu, a casa que foi nossa até ele ter  quatro anos e a P. seis...! «Lá está ela ...lá está ela!!!!»
A nossa casa, nessa altura, era um apartamento, bem no alto de um edifício junto à praia, não era grande, nem extraordinário em nenhuma medida a não ser por ter o mar e as nuvens à janela e a areia quase aos pés...! Quando eram bem pequenos sentávamo-nos no grande sofá amarelo e "conversávamos" com as nuvens que iam passando, com o sol que se ia pondo ao longe, ou com alguma gaivota atrevida que nos visitava de surpresa...! Desse sofá no fundo da sala avistava-se o começo de toda a casa que "confluía" para o hall, ao alcance do nosso olhar…Nessa altura a P. e o F. compartilhavam o quarto e a enorme varanda fechada ligando esse quarto ao escritório permitia um fabuloso jogo de escondidas e brincadeiras inesperadas que ambos adoravam !!!
 A vida e as suas exigências fez com que, em determinada altura deixássemos aquela casa e optássemos por uma perto do colégio e do meu trabalho, longe da humidade do litoral, tão avessa à saúde do P., uma casa muito melhor, de longos corredores misteriosos, que me cativou…mas claro…embora seja quase tão alta como a outra, lá as nuvens não falam connosco e só dizem adeus de longe...espreitando entre os prédios…e não consta que desde que lá estamos tenhamos recebido a visita de alguma gaivota…e talvez por isso os meus filhotes nunca tenham gostado desta casa como da outra, mais pequena, mais à sua medida e tão pertinho do céu…! Outro dia…desesperada, ao vê-los olhar ainda desconfiados para a esquina do primeiro dos corredores ao cair da noite, não consegui calar-me .«Mas o que é que eu posso fazer para que vocês gostem desta casa como gostavam da outra…???»…« Encolhe-a mãe», respondeu o F. prontamente…e a P. abanou a cabeça em concordância…« e já agora leva-a para junto do mar…» acrescentou…E eu..rendida calei-me e deixei-me perder nas, na verdade, preciosas recordações do tempo em que conversávamos com as nuvens que passavam e dávamos as boas noites ao sol que se “deitava”…no horizonte…! Tempos maravilhosos numa casa, sem dúvida maravilhosa!!!!


Bom final de dia e bem hajam queridos amigos!!!




Semana!!!!


Semana após semana...o tempo nos engana!!!! 

A participar no desafio Vamos Brincar com a Chica? Espreitem e participem também!!!!

 E se estão por aqui dêem um pulinho ao Alerta Planeta Azul, lá precisamos de todos vocês!!! Vá lá:))!

Bem hajam amigos!!!



Alegria no trabalho!!!!


E no começo de mais uma semana de trabalho...curtinha....curtinha...escolho a felicidade para o meu dia...!!!!

Para todos os que trabalham esta semana e que a avaliar pelo meu local de trabalho, não devem ser muitos:))), bom dia, boa semana e não se esqueçam que a felicidade é uma escolha!!!!
Bem hajam!


 E se estão por aqui dêem um pulinho ao Alerta Planeta Azul, lá precisamos de todos vocês!!! Vá lá:))!



domingo, 13 de abril de 2014

Raaaabitt!!!!!


Escondi um e escondi dois...estão escondidos a brincar...escondi dois e escondi três...para alguém os encontrar...são ovinhos pequeninos de mil cores de espantar...são de  risca, de bolinhas e lacinho para atar...são tão lindos e docinhos.....hmmmm.... todos deles vão gostar! 


A participar na semana colorida da Anne do blogue Menina Voadora!!!! Dê um pulinho até lá e participe também!!!!

Bem hajam queridos amigos!!!





Bom dia, bom domingo!!!!


E hoje o meu dia será de passeio, de encontro marcado com a natureza, espaços de boas memórias e rituais queridos...!!!! Para todos um dia precisamente à medida dos vossos desejos!!!!!

Bem hajam !!! Voltarei mais logo...quem sabe de flor no cabelo e sorriso nos lábios:))!


sábado, 12 de abril de 2014

Sapateiro de falar a brincar!!!


Bom sapateiro, calça até o mais arteiro!!!


A participar no desafio Vamos Brincar com a Chica? Espreitem e participem também!!!!


Para todos um feliz final de dia!!!! Bem hajam!



Feliz fim de semana!!!


Sei que o dia vai ser agitado...e cheio de muitos afazeres...mas por agora não quero saber disso...enroscadinha no sofá e bebendo o meu delicioso café...deixo a mente divagar...e o corpo descansar no começo deste dia...!!!
Para todos um sábado muito feliz!!!
Bem hajam!


sexta-feira, 11 de abril de 2014

Uma noite serena, descansada!


Passei devagarinho só para dar as boas noites...e suavemente deitei a cabeça na almofada, sei que hoje 
embalada nos sonhos, adormecerei serena...dormirei descansada....!
Até amanhã queridos amigos e bem hajam!



Cansada eu??? "Magina"...!!!



Sentem-me um pouquinho mais ausente....um pouquinho mais calada...um pouquinho mais atrasada nos   comentários...ou outras coisas que tais??? Pensam que posso estar cansada...quem sabe muito atarefada????? "Magina...tô...não"!!!! :))))!!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!!!

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Muitos rostos!!!!




Hoje no Desafio Rostos da Diferença, temos connosco a Inês do blogue Brainstorming que vos convido a visitar!!!
Podem os rostos da diferença ser uma espécie de anjos que surgem à nossa volta quando mais precisamos???

Sendo filha de uma doente bipolar, com traços de personalidade muito vincados, já percorri inúmeras vezes as urgências de uns quantos hospitais, ao longo dos anos.
E neste corre, corre, entra e sai, passados uns dias entra-se outra vez, começam-se a conhecer várias pessoas e inevitavelmente uma conversa do género "está cá outra vez???E não a internam?? Xiiii  que vida a sua ...Ui bipolar e com problemas de personalidade??? Não é fácil, não é fácil", entre muitas outras. Rostos que fazem a diferença: os muitos médicos, enfermeiros auxiliares e seguranças nas urgências, que têm um lado humano bastante grande. Rostos que fazem a diferença: os tripulantes das ambulâncias que fazem o transporte de doentes do hospital da minha área de residência para Santa Maria. Rostos que fazem diferença: aquele que me diz, "fique lá fora a apanhar ar". Rostos que fazem a diferença: aqueles que de facto fizeram o que podiam em fases mais críticas. Rostos que fazem a diferença: a minha corporação de bombeiros, nomeadamente aqueles com mais ou menos formação têm um lado humano enorme e lidam com a situação como poucas pessoas o fazem, que perguntam"que se passa hoje???", que conseguem e bem intervir em situações bem descompensadas, que se preocupam genuinamente, que quando me encontram, perguntam como está tudo, e ainda me dizem que começaram nos bombeiros e a virem a minha casa , quando eu era miúda, bem miúda.
Comigo, são muitos os rostos que fazem a diferença, e para todos eles o meu bem-haja e o meu muito obrigado.

Beijo grande e um abraço de urso para ti!!!

Inês

Sem comentários que o texto não necessita apenas deixo o meu especial agradecimento à Inês pela partilha de uma realidade tão pessoal e tão intensa!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!!!



quarta-feira, 9 de abril de 2014

About me...unas cositas mas!!!


Queridos amigos, em primeiro lugar não levem a mal que por vezes brinque nos títulos dos posts com línguas variadas...é uma forma de agradecer a quem me visita de longe e se dá ao trabalho de traduzir, cada texto para poder seguir...em segundo quero pedir desculpa pelo atraso com que respondo a este desafio...não tem estado fácil por aqui ao nível de tempo....se bem que temos estado mais calmos ao nível de outras coisas e isso é mesmo muito bom!!!
Então cá vamos...fui gentilmente convidada pela Estael do blogue Ateliê Provence, pela Mirtes do blogue História do feocromocitoma e pela Graça do blogue Crocheteando...momentos!, (blogues muito diferentes entre si, mas todos eles extremamente interessantes e com autoras que aprecio, admiro e gosto muito), para a realização de mais um desafio, nada fácil  porque já respondi a muitos sobre mim...Cá vai então o possível!!!

As regras:
Compartilhar 7 coisas de que gostamos
Convidar 7 amigos para participar
Avisá-los no seu blogue de que estão convidados


7 coisas simples de que gosto
Gosto de mar para olhar e mergulhar!
Gosto de andar de contra o vento, como na canção...cabelos soltos, vestidos enrolados no ar!
Gosto de chuva e do cheiro da terra molhada!
Gosto de gargalhadas e sorrisos cúmplices...!!!
Gosto de lágrimas de alegria a correr ternamente rosto abaixo!!!
Gosto de cantar baixinho só para mim!
Gosto de dar comigo feliz porque sim!!!

7 coisas de que gosto intensamente
Gosto de ler muito e todo o tipo de livros!!!
Gosto de escrever, o que me vem à cabeça ou o que escondo na alma!!!
Gosto de viajar...por mar, terra, ar e sonho!!!
Gosto de pessoas e de descobrir cada uma por si, como mistério único!!!
Gosto de não ter medo de estar só e de nunca até agora me ter sentido sozinha, embora tenha partido sem companhia para alguns destinos e lá vivido longe por uns tempos sem aqueles que mais amava!!!
Gosto da esperança e da força que nascem em mim logo após cada revés!
Gosto da vida, de viver e do desafio que isso representa!!!

7 coisas de que gosto para além do possível (não são 7, são muitas mais...aqui ficam algumas)
Gosto de ter perdido o nome quando fui mãe e ser chamada em muitos sítios agora, apenas por essa maravilhosa palavra "mãe"!
Gosto de chegar a casa e ser sufocada de beijos e abraços dos filhotes!!!
Gosto me levantar muito cedo e ouvir no corredor, logo de seguida os passos de um deles, ao meu encontro!
Gosto que a minha filhota ainda goste do meu colo e adore por lá ficar muito tempo todos os dias, embora a teenager já desperte em si!!!
Gosto que o meu filhote ainda corra para mim escada abaixo no colégio e à frente dos colegas, sem a mínima vergonha me abrace e beije com toda a força...e de aproveitar consciente de que não vai durar para sempre!
Gosto de ver nos olhos do maridão o orgulho e a ternura enlaçados nos momentos especiais ou no simples correr do dia!!!
Gosto de aproveitar tudo o que tenho ao limite e agradecer por isso todos os dias!!!



No meu caso não vou fazer convites, uma vez que estou a responder a três desafios ao mesmo tempo, deixo com o selinho acima o desafio a quem o quiser fazer...é uma forma de nos conhecermos melhor!!!

Obrigada amigas por se terem lembrado de mim!!!!

Bom dia e bem hajam!!!


terça-feira, 8 de abril de 2014

O caderno das palavras não ditas! (Desafio Rostos da Diferença)


Hoje no Desafio Rostos da Diferença, temos a companhia da Mia do blogue Desabafos em rodapé,que desde já vos convido a ir conhecer...!!!
Pode alguém que nem conhecemos bem, e com quem não costumamos lidar, influenciar a nossa vida mesmo sem o saber e sem nada fazer diretamente para isso??? Será também essa pessoa um rosto da diferença?? Vejamos o relato da Mia!

Estávamos em 2011, corria o mês de dezembro, e descansada no sofá, abri o mail para saber de algumas novidades que eram expectáveis. O que eu não contava era com aquela notícia Uma colega com apenas 52 anos, com a qual eu tinha falado uma única vez naquela manhã de quarta-feira, sentira-se mal, foi levada de urgência ao hospital, e o último sopro ficou ali testemunhado pela equipa médica que a assistiu. Depois, foi o torvelinho que costuma seguir-se a estas notícias; telefonemas, perguntando como foi, como era possível, afinal onde vivia, tinha ou não família...deu-se assim, um descortinar da vida de alguém que nos tinha deixado e com a qual eu não tinha qualquer convívio no local de trabalho. Todas as cerimónias que se seguiram foram muito emocionantes, pois era uma pessoa muito dinâmica e dedicada à comunidade o que lhe valeu um adeus muito sentido. Eu fiquei a pensar na sua filha, adulta, que deixava, sem despedidas. Tanto que fica por dizer. Resolvi nessa noite começar a escrever num caderno tudo aquilo que, durante a semana não tivesse possibilidade de dizer à minha filha, que está noutra cidade a estudar.
Mantenho este caderno atualizado, pois às vezes surgem pensamentos que não são logo verbalizados. Sempre que estamos juntas falamos muito, e a existência do caderno só foi revelada a semana passada. Só estará acessível em caso de um imponderável. Estarei a ser trética? Não sei. É que eu perdi o meu Pai muito cedo, sem poder despedir dele, e ficou tanto por dizer...Hoje, mantenho um registo de humor na minha vida para ajudar a esquecer momentos menos bons. Obrigada C. pois apesar de tudo, ajudou-me a acordar para a vida, como se diz hoje.
Mia

Neste caso, o que influenciou a Mia foi talvez mais a situação testemunhada, do que a pessoa em causa, mas pelo que li, tenho a certeza de que essa mulher que ali terminava o seu percurso de vida, tinha feito a diferença em muitas outras vidas...e agora com o seu registo diário do que nunca deve ser deixado por dizer a Mia fará a diferença na vida da filha...dos netos...e em todos nós, partilhando e fazendo-nos pensar sobre o assunto!!!

Bom dia queridos amigos e bem hajam!!


segunda-feira, 7 de abril de 2014

Oh happy days..!!!



Há muito que aprendi que a felicidade se faz de coisas simples, de simples gestos, pequenas ações...e de grande...enorme...vontade de prestar atenção a essas simples e pequenas coisas, a essas simples e pequenas ações e de as transformar em peças preciosas do puzzle de ser feliz!!!
O meu caminho passa por conseguir fazer todos os dias isto de que falo, as minhas curvas por vezes mais perigosas impedem que o consiga fazer sempre, ou completamente...embora saiba que estou  agora muito melhor nisso do que alguma vez fui...e mais espantoso ainda...esse fato não se deve às muitas alegrias que tenho tido...antes aos percalços que por vezes cruzam a minha vida...! E isto tudo para vos falar do dia de ontem...um dia imensamente feliz por várias razões...Era o dia da apresentação da P. no piano e como vocalista da banda de jovens músicos do clube onde aprende música, e o F. em bateria , pela primeira vez acompanhando uma música inteira do Bryan Adams...para um dia só era obra para a emoção de qualquer pai ou mãe...Para tornar tudo mais emotivo...nenhum de nós podia esquecer que no ano passado os meus filhotes fizeram a sua apresentação sem o pai que se encontrava internado para mais uma cirurgia...Por isso mais uma razão para ser um dia mais do que especial...!!!  E foi...! Poderia deter-me muito na exibição ao piano da P. por ter melhorado tanto, ou no sucesso de bateria do F. que do alto dos seus oito anitos por detrás da enorme bateria, não deixou a questão por mãos alheias e aguentou-se até ao final em grande e ritmada batida, ou na apresentação da banda que pôs a plateia em pé...Mas não...fico-me antes pelo olhos brilhantes do maridão vendo os filhotes ensaiando voo tão seguros...tão bem...tão para ele...pelo "mais cinco" dado pela P. a um colega mais pequenino que tocou com ela no momento de piano e que se baralhou completamente confundindo um pouco os outros (P. incluída que ainda à conta disso hesitou uma nota), as palmas e incentivos dos outros meninos da música perante a atuação daqueles que se exibiam, pelo enorme abraço do professor de canto às suas meninas da banda, pela palmada amigável e de conforto dada pelo F. nas costas de um colega da bateria que "gelou" e não conseguiu tocar...pelo olhar embevecido da professora de piano face a todos eles agradecendo em palco..pelo sorriso estampado no rosto de cada pai à saída!!|!
Voltámos para casa a falar ao mesmo tempo e muito, muito felizes...Ontem tenho a certeza de que aproveitámos bem as nossas razões para encher ainda mais o nosso baú de felicidade!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!



Semana feliz!!!!!


Que consigamos fazer da nossa semana um percurso feliz, em paz, harmonia, e serenidade...um percurso repleto de amor ...um percurso aproveitado a cada momento...um percurso feliz!!!!

Bem hajam queridos amigos!!!



domingo, 6 de abril de 2014

Fadas!!!


«As fadas não existem!!!», afirma o F. no tom desafiador e rebelde que o carateriza tantas vezes!!! «Eu e a mãe queremos acreditar que sim...!», reponde prontamente a P., orgulhosa do seu poder...de acreditar e de resposta!!! «Aliás a mãe é mágica!!!» e com esta saiu do quarto com ar misterioso, como que detentora de enorme segredo...deixando o F. pensativo e a mim a sorrir atrás da porta de onde ouvi tudo, quase sem querer...!

Acreditar...em fadas, magia...ou seja no que for, torna-se a partir de certa idade uma escolha...a P. já descobriu isso...! E eu fiquei muito feliz!!!!

Bom dia meus queridos amigos....e agora vou ali dar uns mimos à minha fadinha linda que ela bem os merece!!!!

Bem hajam!!!

A participar na Semana colorida da Anne  Lieri do blogue Menina Voadora! Espreitem e participem!!!




sexta-feira, 4 de abril de 2014

Tenho saudades tuas! (Maratona Desafio Rostos da Diferença)




Hoje no Desafio Rostos da Diferença, a companhia de uma queridíssima e especial amiga a Suri do blogue Suricate com o qual me cruzei por certo num dia de sorte :))!
Um emocionante texto em duas partes, em duas datas num só tema...a diferença do amor nas pequenas e nas grandes coisas...Não deixem de ler!!!!


« Julho de 2011

"What we do for ourselves dies with us. What we do for others and the world remains and is immortal"
Albert Pine

"We cannot do great things on this Earth, only small things with great love."
Mother Theresa

Não tenho pretensão de fazer grandes coisas nesta passagem pela vida, mas sem dúvida que me trás uma sensação de bem estar imensa comigo e com o mundo, quando faço pequenas coisas, pelo Outro, com muito amor. Se tivesse um dia a dia perfeito gostaria que ao deitar-me uma das últimas coisas que cruzasse o meu pensamento fosse a resposta à pergunta:
" O que fizeste tu hoje bem e de bom para o Outro?"
Hoje por exemplo, comecei o dia a dar sangue, faço-o sempre que posso, pelo Outro e por mim. Viajando no tempo em busca do porquê desta minha forma de pensar consigo identificar duas influências que marcaram a minha personalidade.
Para não variar, a minha mãe, era uma pessoa tão fria , tão fria, é melhor deixar os adjetivos para o fim que só ajudava alguém se daí adviesse uma de duas coisas, ou ela ganhava com essa "ajuda", ou a pessoa depois pagava a dobrar"...se não pagasse ela fazia questão de lhe lembrar o resto da vida que um dia tinha ajudado.
O meu pai dava de mãos abertas, quase sempre em prejuízo de si próprio...
Na loja por exemplo, se era alguém que ele sabia não ter mesmo, mesmo possibilidades de pagar:
"Ai SR. T hoje não levo que não tenho dinheiro!"
"Leva, leva depois paga-me no fim do mês."
O fim do mês muitas vezes nunca chegava e ele sabia disso.
Vi-o muitas vezes a meter artigos nas bolsas das clientes mais idosas com menos possibilidades, e elas só davam fé certamente quando chegavam a casa.
Era engraçado era vê-lo a atender turistas (normalmente de pé descalço), ele via-os tão andrajosos, que julgava:
"Coitados o melhor é dar-lhes uma ajuda!"
Então se algum estrangeiro entrava a pedir indicações, o que é que o meu pai fazia? Ora pois claro, fechava a loja, metia-os na carrinha e ia levá-los ao sítio (normalmente Ribeira, o Cais) isto apanhava-os sempre tão desprevenidos que mal tinham tempo de perceber o que se tinha passado, despediam-se com grande carinho do meu pai e lá vinha ele todo contente e eu ria-me com as caras de espanto com que eles invariavelmente ficavam.
Se eu quisesse agora gabar-me muito, diria que sou parecida com o meu pai, mas não é verdade, não porque não goste de dar, gosto e gosto muito, mas porque para o meu Pai todo o ser humano era bom até lhe provarem o contrário, eu aprendi às minhas custas que isso não é verdade e por isso digamos que hoje, sou uma crente desconfiada na bondade do ser humano, por isso fico genuína e sinceramente surpresa quando vejo alguém fazer o bem sem esperar nada em troca.
Eu, pela minha parte, pudesse eu e faria muito mais, assim fico-me pelas pequenas coisas com muito amor.

Março 2013
O meu pai era o meu companheiro, o meu ponto luz numa meninice que foi complicada, era o colo onde eu encontrava o mimo que não recebia da  minha mãe, na juventude era a ele que confiava os meus segredos os meus amores e desamores, foi a ele que entreguei muitas  das minhas lágrimas e para a minha profunda tristeza ele tinha sempre um gesto, uma palavra.
O meu pai não era católico, a família seguiu-lhe os passos, eu incluída, mas chegou a juventude, chegou a rebeldia , chegaram os porques e os porquês, eu queria resposta para tudo. Vieram os desentendimentos, as discussões quase diárias e os confrontos e inevitavelmente um dia em que eu disse "Basta!"
Escrevi uma carta e expulsei-me a mim própria, uma vez que era da praxe o líder da comunidade expulsar os pecadores...eu não lhe quis dar esse prazer e saí pelo meu pé e pela porta da frente!
Nesse dia morri para o meu pai, uma vez que mandam as regras daquela seita que quem sai nunca mais poderá ter laços com quem fica e isso inclui separar pais de filhos e filhos de pais, os laços familiares não interessam, fala mais alto o fanatismo.
De uma só vez perdi o enfermeiro/médico, o companheiro de todas as horas, o amigo, mas acima de tudo, perdi-te pai.
Sei que não falas comigo, sei que não vais ler isto, mas gostava apenas de te dizer que tenho saudades das nossas conversas que desde que não incluíssem religião eram amenas, agradáveis e divertidas.
Tenho saudades do passar das tuas mãos ásperas no meu cabelo, tenho saudades de fazer cavalinho no teu joelho, tenho saudades de quando me dizias  "porque choras minha filha, porque não acreditas no teu pai se te digo que és linda, filha..." nunca mais acreditei em ninguém, e aviso-te já que estou zangada porque nunca mais ninguém me veio atracar os cobertores a meio da noite como tu fazias, nunca mais as bolas de berlim foram cremosas, doces e fofas como as que tu compravas só para mim ao domingo e nunca mais os passeios na Ribeira tiveram cheiro de tremoços e azeitonas no fim das tardes de Verão...tenho saudades tuas paizinho.»


Suricate

Sem comentários...porque deles não necessita o que acabaram de ler, desejo a todos um magnífico fim de semana ...transbordante de amor!
Bem hajam queridos amigos!



quinta-feira, 3 de abril de 2014

Gestos (Maratona do Desafio Rostos da Diferença)





E mais uma vez retomamos o Desafio Rostos da Diferença, numa maratona que nos vai levar até à proxima segunda feira. Desta vez temos a companhia e o interessante testemunho da Ana, de um blogue que sigo e gosto muito, No Mundo da Tatas.

As cidades tornam-nos frios. Vivemos em caixas e só conhecemos os vizinhos se tivermos sorte de nos cruzarmos com eles no elevador. Com os centros comerciais e hipermercados deixamos de conhecer os rostos que nos atendem  na rua cruzamo-nos com velhos (sim, VELHOS, não gosto da palavra Idoso), sem abrigo, deficientes, pessoas tristes e contentes, com almas...e vamos passando de forma quase indiferente.
Nas férias do ano passado, em Lagos, aprendi que por viver numa  cidade não temos de ser frios indiferentes na correria das nossas vidas.
No café de Lagos onde ia diariamente sempre me receberam com um sorriso.
No café de Lagos onde ia diariamente, ao segundo dia já sabiam o que eu ia tomar, porque eu ia lá todos os dias e porque eram as mesmas meninas que recebiam.
No café de Lagos onde ia diariamente assisti a algo que me marcou profundamente e que prova que são os nossos gestos que podem mudar esta vida fria que levamos nas cidades.
No café de Lagos onde ia diariamente, um dia vi chegar um homem com paralisia numa cadeira de rodas eléctrica e parar junto à entrada. Vi uma das meninas chegar com um café na mão e um sorriso matreiro que foi devolvido na mesma medida. Vi a menina colocar um açúcar e com o auxílio de uma palhinha ali mesmo dar o café ao homem na cadeira de rodas. Vi os dois repetirem os sorrisos e seguirem as suas vidas. Até amanhã.
Fiquei triste e aprendi. Fiquei triste por ter ficado surpreendida com  um gesto que deveria ser "normal". Aprendi que somos nós os motores da mudança nesta sociedade que se esvazia de valores. Aprendi que podemos ser nós os Rostos da diferença.

Ana - No Mundo da Tatas

Um texto num perspetiva diferente e a fazer refletir!!!! Na verdade podemos pintar , em pequenos gestos, o amor nos nossos dias!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!!!



quarta-feira, 2 de abril de 2014

Novo!!!



E neste último tema do Desafio da Anita do blogue A minha vidinha, que agora finalizo, não podia deixar de aproveitar para falar do blogue, ainda recente, que tenho com os meus dois filhotes:  Alerta Planeta Azul! Por lá temos andado até agora em ritmo ainda lento, mas isso vai mudar...! O meu pedido é pois que o visitem e participem no que for proposto!

Acedam aqui ao post de hoje Pequim, prisioneiros da bruma, uma realidade a fazer pensar!
Por lá precisamos de todos, todos os dias!!!

Passar a mensagem multiplicar os gestos com a vossa ajuda!!!

Bom dia e bem hajam queridos amigos!





terça-feira, 1 de abril de 2014

Inocência!!



1..2...3...4...em cada número contado, na voz cristalina daquele tempo, viajavam imagens da vida que havia de vir...5...6...7....8...em cada número acrescentado, os meus olhos fechados, abriam no pensamento os mais fabulosos sonhos...9...10...11...12...em cada número dito, agora mais apressado, tinha cada vez mais a certeza de que para mim  não havia impossível...13...14...15...16...em cada número...em cada número...a  mais...a minha ansiedade crescia com a minha certeza...sim eu sabia...eu sabia que tudo ia correr bem....e quando finalmente a contagem terminava...as minhas mãos soltavam finalmente meus olhos, a luz do dia envolvia o meu corpo e feliz gritava bem alto: Aí vou eu!!!!!! E partia na minha busca...rumo à vida!!!!


Dia 30, atrasada mas a tentar recuperar, no Desafio da Anita, do blogue A minha vidinha !

Traíste? Foste traída??


Traí, os meus princípios e valores, sempre que, por insegurança, segui o caminho que me indicavam sem estar certa de ser o meu...!!!

Fui traída, por mim, sempre que tive medo, temi avançar, desanimei ou fechei os olhos para não ver a luz que brilhava já ao fundo do túnel...!!!

E porque assim traí e fui traída, aprendi a complacência...hoje estou certa que neste processo de trair e ser traída, aplicável a tantos outros aspetos da nossa vida, não há vítimas nem algozes, antes seres em aprendizagem, e acredito, querendo muito acertar neste percurso maravilhoso, fascinante e tantas vezes estonteante que é a vida!!!

Bem hajam queridos amigos!


Dia 29, atrasada mas a tentar recuperar, no Desafio da Anita, do blogue A minha vidinha, que decorre no mês de Março, espreitem e participem também!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...